domingo, 27 de abril de 2014

EVANGELHO SÃO LUCAS 24:13-35 -- 3° DOMINGO DA PÁSCOA -- ANO A -- 2014


                            OS DISCÍPULOS DE EMAÚS
Nós vimos o Senhor!



13 Naquele mesmo dia, o primeiro da semana, dois discípulos de Jesus iam para um povoado, chamado Emaús, distante onze quilômetros de Jerusalém. 14 Conversavam sobre todas as coisas que tinham acontecido. 15 Enquanto conversavam e discutiam, o próprio Jesus se aproximou e começou a caminhar com eles. 16 Os discípulos, porém, estavam como que cegos, e não o reconheceram.  17 Então Jesus perguntou: "O que ides conversando pelo caminho?" Eles pararam com o rosto triste, 18 e um deles, chamado Cléopas, lhe disse: "Tu és o único peregrino em Jerusalém que não sabe o que lá aconteceu nestes últimos dias?" 19 Ele perguntou: O que foi? Os discípulos responderam: O que aconteceu com Jesus, o Nazareno, que foi um profeta poderoso em obras e palavras, diante de Deus e diante do povo. 20 Nossos sumos sacerdotes e nossos chefes o entregaram para ser condenado à morte e o crucificaram.  21 Nós esperávamos que ele fosse libertar Israel, mas, apesar de tudo isso, já faz três dias que todas coisas aconteceram! 22 É verdade que algumas mulheres do nosso grupo nos deram um susto. Elas foram de madrugada ao túmulo 23 e não encontraram o corpo dele. Então voltaram, dizendo que tinham visto anjos e que estes afirmaram que Jesus está vivo. 24 essas Alguns dos nossos foram ao túmulo e encontraram as coisas que as mulheres tinham dito. A ele, porém, ninguém o viu. 25 Então Jesus lhes disse: "Como sois sem inteligência e lentos para crer em tudo o que os profetas falaram!  26 Será que o Cristo não devia sofrer tudo isso para entrar na sua glória?" 27 E, começando por Moisés e passando pelos profetas, explicava aos discípulos todas as passagens da escritura que falavam a respeito dele. 28 Quando chegaram perto do povoado para onde iam, Jesus fez de conta que ia adiante. 29 Eles, porém, insistiram com Jesus, dizendo:"Fica conosco, pois já é tarde e a noite vem chegando!" Jesus entrou para ficar com eles. 30 Quando se sentou à mesa com eles, tomou o Pão, abençoou, partiu e lhes distribuía. 31 Nisso os olhos dos discípulos se abriram e eles reconheceram Jesus. Jesus, porém, desapareceu da frente deles.  32 Então um disse ao outro: "Não estava ardendo o nosso coração, quando ele nos falava pelo caminho e nos explicava as escrituras?"  33 Naquela mesma hora, eles se levantaram e voltaram para Jerusalém onde encontraram os onze reunidos com os outros. 34 Estes confirmaram: "Realmente, o Senhor ressuscitou e apareceu a Simão!" 35 Então os dois contaram o que tinha acontecido no caminho, e como tinham reconhecido Jesus ao partir o Pão.

Palavra da salvação.
Glória a vós, Senhor!

O evangelho de hoje é lindo e maravilhoso..! A liturgia deste terceiro Domingo de Páscoa, deve levar-nos a uma reflexão: "A Sagrada Eucaristia." O evangelista insiste neste evangelho com os cristãos das igrejas primitivas, como também fala conosco também, neste tempo de hoje. Algo vai além do diálogo, entre os  dois caminhantes e o ressuscitado, disfarçado de peregrino numa caminhada de tarde, de Jerusalém para Emaús. Cristo ressuscitado está no meio de nós, e caminhando conosco..!  

 Os dois discípulos estavam tristes pela perda do mestre, mas não estavam desligados, pois os ensinamentos do Reino de Deus proposto pelo Cristo ardia em seus corações. Eles amavam Jesus de coração, mas em seus corações duvidavam da noticia de sua ressurreição. Quantos de nós Católicos que deixamos ser influenciados por falsas doutrinas, e duvidamos da ressurreição do Cristo e seu sacrifício único, pela nossa salvação. Escutamos de bom grado a palavra do evangelho, mas não vemos o Cristo ressuscitado caminhando conosco. 

O Senhor tem uma resposta para cada um de nós que pensamos assim: "Insensatos, e lentos de coração..!"  Irmãos..! Durante a nossa caminhada neste mundo, vamos seguir o que nos ensinou Jesus de Nazaré, que os nossos diálogos sejam sempre das coisas que falem do alto, e nos edifiquem para a nossa salvação..! Lucas encerra a maravilhosa narração do texto com o partir do pão. Os dois discípulos reconhecem Jesus glorioso, na celebração do partir do Pão. "Bendito sejais, o senhor, Deus do universo, pelo pão que recebemos de vossa bondade, fruto da terra e do trabalho do homem, que agora vos apresentamos, e para nós se vai tornar pão da vida........." ( Oração liturgica do ofertório na Santa Missa )

 Era costume judaico, o anfitrião dava a sua vez, ao convidado, presidir os rituais de orações, na mesa de refeição. Então Jesus realizou naquela mesa de jantar com os dois discípulos gestos acostumados como se fazia quando estava com eles no mundo, pronunciando a benção. Então Ele partiu o pão e distribuiu  aos discípulos como se fez na ultima ceia. Os santos Padres viram nesta ação de Jesus ressuscitado, a consagração do Pão Eucaristico. ( Eucaristia-- São Gregório Magno, Papa e doutor da igreja. 540 +590- "Homilias in Envangelia 23" )

 Voltemos-nos para o evangelho..! Para alguns exegetas, os dois discípulos eram um casal que voltavam para sua  casa em Emaús. tratava-se de Cléopas e sua esposa Maria, aquela que estava junto da mãe de Jesus aos pés da cruz. ( Jo 19:25 ) Era uma caminhada de onze quilômetros,  durante aquela tarde de Domingo, uma tarde maravilhosa, uma brisa amena e o sol. Naquele caminho que  estão seguindo, derrepente vai mais alguém com eles e pucha conversa. Shalom amigos..!

 Mas os dois discípulos de Jesus estão decepcionados e tristes, com os acontecimentos ocorridos com o seu mestre, estão voltando de Jerusalém para casa caminham lentamente, talvez sem vontade de chegar a onde tinham deixado tudo, os afazeres domésticos e cotidianos da lida do campo, os amigos, e os parentes, para seguir o mestre. O Rabi tinha falado tanto do Reino de Deus, que eles ficaram apaixonados por este Reino proposto pelo Mestre carpinteiro de Nazaré, deixaram tudo para segui-lo. 

 E agora o que fazer..? Por onde recomeçar tudo, com uma fé  e sonhos abalados..? Então Jesus ressuscitado se coloca ao lado deles como um viajante peregrino, como quem, também regressa de Jerusalém, e diz-lhes: "Que é isso que vos preocupas, e de que ides conversando, enquanto caminham..?" Eles respondem: "Tu és o único forasteiro que não sabe o que aconteceu lá nestes dias?"

 "Mas o que foi..?" Pergunta o estranho peregrino. Então eles falam do grande profeta, que era Jesus de Nazaré, que fazia muitos milagres, que falava do Reino do Céu e sua justiça, e esperavam que fosse o libertador de Israel, do jugo dos romanos na Palestina. Hoje algumas mulheres  foram bem cedo ao tumulo, disseram eles disseram terem visto anjos, e, o Rabi que foi morto crucificado,  o viram no jardim, e terem falado com ele, mas nos não acreditamos, pois já se faz três dias que aconteceram essas coisas. 

 Então Jesus fala de si, e começa a explicar, o porque dos acontecimentos com ele ocorridos, ensinando-os que precisava ser cumprido, as profecias da Sagrada Escrituras, e as palavras penetrantes de Jesus ressuscitado ia ardendo os corações dos dois discípulos. Os corações dos discípulos se inflama e reacende-se a esperança, Jesus caminha com eles, mas não o reconhecem. ( Lc 24: 25-27 )

 Irmãos..! Jesus também caminha sempre conosco, e também com a humanidade inteira, como caminhou com os dois discípulos de Emaús. "Ele está no meio de nós..!" Precisamos ter uma experiência, ou um encontro pessoal, com o ressuscitado, no poder do Espírito Santo, senão será inútil sua presença no meio de nós, pois ficamos alheio da sua graça, ficamos só no Cristo histórico. O Espírito Santo é aquele que aviva a Santa Igreja,  nos convence que Jesus Cristo é o Senhor..! 

Santo Agostinho diz em confissões: "Tu estavas sempre comigo e eu não percebia." ( confissões, x, 27 ) Esta era a situação dos dois discípulos de Emaús, estavam cegos; seus olhos impediam de reconhecer Jesus. Quantos de nós, estamos cegos, nas comunidades, nos grupos pastorais, ainda não descobrimos o Cristo ressuscitado ao nosso lado. A tibieza espiritual, e o materialismo, muitas vezes nos impedem de  encontrar com o ressuscitado, que sempre está conosco. Jesus disse: Eis que estarei convosco até o fim do mundo. ( Mt 28:20 )

Esta é a situação da grande parte da humanidade, e sabemos o que impedem, homens e mulheres de reconhece-lo como Senhor. Nestes tempos, o egocentrismo, o relativismo e o falso pluralismo religioso, tem levado a humanidade, a se acharem de que não precisam mais de Deus, e seus mandamentos. O anti-cristo tem semeado nos corações dos homens, a insensibilidade e o materialismo, para que não amem a Deus. E os homens cegos com suas  falsas religiosidades, falam do Cristo histórico, como uma realidade passada, e que hoje vivemos uma nova era e os tempos são outros. Seus corações insensíveis não ardem com a palavra do evangelho e o Cristo mistico, estão cegos não se preocupam, com a salvação da vida eterna. 

 Surgem a todos instantes falsos profetas, pregando heresias, que anulam a dividade do Cristo nos corações dos homens. O anti-cristo e seus falsos pluralismos litérarios pregam ideias exotéricas, e tomam o Santo nome de Deus em vão. E com isso os fieis vão -se perdendo a fé, e a confiança na igreja mãe. Essa é, a meta suja do inimigo da nossa salvação, para que a nossa crença seja abalada, e relativizada, e não encontremos com o Cristo ressuscitado. Daí o falso pluralismo religioso  da "nova era," que pregam que todas as religiões são boas, e que todas levam ao mesmo Deus.

 O sol acabava de se por no ocaso, os discípulos encantados pelas palavras que ouviam disseram ao viajante peregrino: Fica conosco Senhor já e tarde, e a noite já vem. E Nosso Senhor Jesus Cristo entrou para ficar com eles. A mesa do jantar foi posta e Jesus fez a oração que tantas vezes fizera com eles tomando o pão e o vinho os abençoou. Então os discípulos o reconheceram, e o Senhor desaparece diante de seus olhos. Era preciso voltar imediatamente aos irmãos em Jerusalém. Com grande alegria diziam: Nós vimos o Senhor..! Era por isso que ardia os nossos corações. Uma caminhada que havia levado horas par chegar em Emaús, agora à faria bem rápidos, correndo para anunciar, a comunidade de Jerusalém. Nós vimos o Senhor Jesus ressuscitado, no Partir do Pão. Amém!

Jesus é o Senhor!

TEXTO ELABORADO COM AJUDA DA HOMILIA DO LIVRO:"O VERBO SE FAZ CARNE,"pg 75-77 DE CANTALAMESSA.  LITURGIA "´DEUS CONOSCO " dia a dia pg 33-- WWW.FILHOSDAPAIXAO.ORG.BR

 

 






















Nenhum comentário:

Postar um comentário