domingo, 21 de dezembro de 2014

EVANGELHO SÃO LUCAS 2,22-40 - SAGRADA FAMÍLIA - ANO "B" 2014 -- SOLENIDADE PARA 28/12/2014


                      SAGRADA FAMÍLIA: JESUS, MARIA e JOSÉ !


 22 Quando se completaram os dias de purificação da mãe e do filho, conforme a lei de Moisés, Maria e José levaram Jesus a Jerusalém, afim de apresenta-lo ao Senhor.23 Conforme está escrito na lei do Senhor: Todo o primogênito do sexo masculino deve ser consagrado ao Senhor.24 Foram também oferecer o sacrifício - um par de rolas ou dois pombinhos - como está ordenado na lei do Senhor.25 Em Jerusalém, havia um homem chamado Simeão, o qual era justo e piedoso, e esperava a consolação do povo de Israel. O Espirito Santo estava com ele 26 e lhe havia anunciado que não morreria antes de ver o Messias que vem do Senhor.27 Movido pelo Espírito, Simeão foi ao templo. Quando os pais trouxeram o menino Jesus para cumprir o que a lei ordenava,28 Simeão tomou o menino nos braços e bendisse a Deus:29 "Agora, Senhor conforme a tua promessa, podes deixar teu servo partir em paz; 30 porque os meus olhos  viram a salvação,31 que preparastes diante de todos os povos: 32 Luz para iluminar as nações e glória do teu povo Israel." 33 O pai e a mãe de Jesus estavam admirados com o que diziam a respeito dele.34 Simeão os abençoou e disse a Maria, a mãe de Jesus: "Este menino vai ser causa tanto de queda, como de reerguimento para muitos em Israel. Ele será um sinal de contradição.35 Assim serão revelados os pensamentos de muitos corações. Quanto a ti uma espada atravessará a alma."36 Havia também uma profetisa, que chamava Ana, filha de Fanuel, da tribo de Aser. Era de idade muito avançada; quando jovem, tinha sido casada e vivera sete anos com seu marido.37 Depois ficara viúva e agora já estava com oitenta e quatro anos. Não saía do templo, dia e noite servindo a Deus com jejuns e orações.38 Ana chegou nesse momento e pôs-se a louvar Deus e a falar do menino a todos os que esperavam a libertação de Jerusalém. 39Depois de cumprirem tudo, conforme a lei do Senhor, voltaram à Galiléia, para Nazaré, sua cidade.40 O menino crescia e tornava-se forte, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava com ele.

- Palavra da salvação.
- Glória a vós, Senhor!



O Evangelho de hoje é lindo e maravilhoso, fala da família Santa de Nazaré: "Jesus, Maria e José." A família é uma obra de instituição sagrada, abençoada por Deus, que colabora com a obra de salvação, gerando vidas, para a santidade e comunhão.  O longo trecho de Lucas, escolhido para este dia, pertence às narrativas da infância de Jesus. 

Foi nesta família comum, da periferia de Nazaré, que Deus elaborou o seu Santo plano de salvação, realizou o mistério da encarnação, pelo qual Deus feito homem habitou entre os homens. Hoje ouvindo a palavra de Deus, tomemos a consciência de nossa missão de família cristã.

O texto do Evangelho deste Domingo podemos visualiza-los; imaginemos a sagrada família de Nazaré, realizando a lei do Senhor, levando Jesus para ser apresentado, no templo para cumprir os preceitos, conforme a lei de Moisés.

 A purificação da mãe e do menino Jesus. Lucas nos ajuda a entender, em primeiro lugar, que Deus se fez carne, encarnando a realidade do povo; os pobres, os marginalizados, os injustiçados e oprimidos. 

No templo Simeão e Ana, representam todas as pessoas, que no passado e no presente, aguardam o dia da consolação e  libertação final. Quem é o libertador...é Nosso Senhor Jesus Cristo!

 Por isso os pobres, os sofridos podem tocar, tomar nos braços a esperança e a consolação. Quem é a nossa esperança e consolação..? É nosso Senhor Jesus Cristo, o Nosso Salvador..! Jesus é a nossa esperança..!

Pela lei judaica,"todo o primogênito do sexo masculino devia ser consagrado ao Senhor." E também como sacrifício - um par de rolas ou dois pombinhos, conforme está ordenado na lei do Senhor. Submetem-se à Palavra de Deus, guardam-na interiormente, cumprindo a sua vontade. 

As palavras do Velho Simeão, ficou gravada na mente e no coração de Maria: "Este menino está destinado a ser uma causa de queda e de soerguimento para muitos em Israel, e a ser um sinal que provocará contradições, a fim de serem revelados os pensamentos de muitos corações.

 Quanto a ti, uma espada te atravessará a alma."Lucas descreve Simeão profetizando, o final dramático, do Filho de Deus morto pelo nossos pecados, no colo da Mãe do Senhor.

O Senhor nesta festa litúrgica da Sagrada Família, nos convida a olhar para a família de Nazaré e contemplar a importância da família cristã.

 Lá podemos ver José o justo, na sua carpintaria zeloso com sua Maria, e o jovem menino Jesus que cresce em estatura e graça diante de Deus, e dos homens. 

Maria e José assumiram o destino de Jesus e foram fieis a Deus mesmo dentro das contradições e dificuldades da vida. Nesta família, podemos nos espelhar nela, os seus exemplos, e descobrir como devemos comportar, para a nossa santificação. Ouvindo a palavra, tomemos consciência de nossa missão de família.

 A família é a coisa mais linda que Deus fez, e Ele o próprio, quis ser família também. Paulo VI, já dizia que a escola de Nazaré é onde começa compreender a vida de Jesus: A escola do Evangelho... Primeiramente, uma lição de silêncio.

 "A família é a origem da vida social. É a sociedade natural na qual o homem e a mulher são chamados ao dom de si no amor e no dom da vida." ( CIC 2207 )

 A primeira leitura do Eclesiástico nos fala da família: Deus honra o pai nos filhos e confirma, sobre eles a autoridade da mãe. O filho que honra o seu pai, alcança o perdão dos pecados; evita cometê-los e será ouvido na oração de cada dia.

 O filho que respeita a sua mãe é como alguém que ajunta tesouros. Deus disse nos mandamentos: "Honra teu pai e tua mãe, para que teus dias se prolonguem sobre a terra que te dá o Senhor, teu Deus." ( Ex 20,12; Dt 5,16 ) 

 São Paulo nesta carta maravilhosa destinada aos casais Colossenses exorta os pais de família, a viverem uma vida em comum buscando a santidade de Deus. Vós sois amados por Deus, sois os seus santos eleitos.

 Diante da doutrina pagã da anti-família que o mundo prega nestes tempos finais; ainda é possível que dois jovens cristãos se conheçam e se percebam que se querem bem, um bem especial, diferente de qualquer outro sentimento até então experimentado. 

É possível que se cheguem assim um dia, para a alegria da família cristã, diante do altar para pedirem a Deus, com confiança de filhos, que consagre seu amor e prometam vive-lo por toda as suas vidas.

 E para que esta união matrimonial se persista em Deus, perdoando mutuamente sempre, com sinceridade, paciência e misericórdia, mansidão, suportando uns aos outros. ( 1 Cor 13,4 ss ) 

Ao lermos este texto, olhemos para a  Sagrada família de Nazaré, como exemplo ás nossas proles. Ha um plano de Deus para a família, desde o começo do mundo. A família é algo tão bom e sonhado por Deus, que Ele também quis ser família. 

Por isso rezemos juntos hoje à Sagrada Família de Nazaré, para que Deus seja acolhido de verdade pelos novos casais cristãos e que gerem fundamentos cristãos e alicerces firmes em suas alianças. "Jesus ,Maria e José, nossa família vossa é..!" Amém!

Jesus é o Senhor!

TEXTO ELABORADO DA HOMILIA DE CANTALAMESSA"O VERBO SE FAZ CARNE"  Pg 248-251 -- DEUS CONOSCO dia a dia Pg 110- 113 - DEZEMBRO - 2014 ANO "B"

 












Nenhum comentário:

Postar um comentário