domingo, 23 de fevereiro de 2014

EVANGELHO SÃO MATEUS 6:24-34 8° DOMINGO DO TEMPO COMUM ANO "A" 2014



                                                 OS DOIS SENHORES



 Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: 24 Ninguém pode servir a dois senhores; pois, ou odiará um e amará o outro, ou será fiel a um e desprezará o outro. Vós não podeis servir a Deus e ao dinheiro. 25 Por isso vos digo: não vos preocupeis com a vossa vida, com o que havereis de comer ou beber; nem com vosso corpo, com o que havereis de vos vestir. Afinal, a vida não vale mais do que o alimento, e o corpo, mais que a roupa? 26 Olhai os pássaros dos céus: eles não semeiam, não colhem nem ajuntam em armazéns. No entanto vosso Pai que está no céus os alimenta. Vós não valeis mais do que os pássaros? 27 Quem de vós pode prolongar a duração da própria vida, só pelo fato de se preocupar com isso? 28 E porque ficais preocupados com a roupa? Olhai como crescem os lírios do campo: eles não trabalham e nem fiam. 29 Porém eu vos digo: nem o rei Salomão, em toda sua glória, jamais se vestiu como um deles.  30 Ora, se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é queimada no forno, não fará ele muito mais por vós, gente de pouca fé? 31 Portanto não vos preocupeis, dizendo: O que vamos comer? O que vamos beber? Como vamos nos vestir? 32 Os pagãos é que procuram essas coisas. Vosso Pai, que está no céus, sabe que precisais de tudo isso. 33 Pelo contrário, buscai em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão dadas por acréscimo. 34 Portanto, não vos preocupeis com o dia de amanhã, pois o dia de amanhã terá as suas preocupações! "Para cada dia bastam seus próprios problemas."

Palavra da salvação.
Glória a vós, Senhor!

 Estamos diante do evangelho de São Mateus, e em poucas frases, Nosso Senhor nos coloca, diante de duas escolhas, radicais. São Mateus escreveu a Boa Nova, para os judeus convertidos ao cristianismo. Estes judeus permaneceram fieis nas suas culturas, e nos cumprimentos das leis, e dos mandamentos, embora cristãos e comprometidos fielmente, com o evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo.

 Do mesmo modo que Deus falou com eles a dois mil anos atrás nas comunidades primitivas, continua neste tempo, hoje, e agora mesmo, falando conosco cristãos povo de Deus, com o mesmo fogo de poder do Espírito Santo. O nosso Deus é um Deus de amor, por isso ele quer que a sua palavra entre no nosso coração, quando falamos de coração, não estamos falando do nosso coração biológico, mas do coração da nossa alma; a pessoa do nosso espírito.

 Deus sabe o que é bom para nós, Ele quer que a sua santa palavra nos transforme, e nos liberte de todo mal. Por isso Ele nos pergunta: A quem serviremos..? A Deus, ou ao dinheiro..?  Sabemos que o dinheiro é sinônimo de poder. Pois através dele, os homens poderosos manipulam, e sondam a vida da humanidade no mundo. 

 Este tema, esta reflexão, nos leva a uma realidade triste e terrível,  daquilo que está acontecendo no mundo, para discernirmos como a igreja de Cristo sofre no mundo. Os homens maus, através deste poder, fazem guerras e matanças de inocentes no mundo, para terem mais poderio. Pois quando uma nação fica pobre, é  porque outra se enriqueceu na sua miséria. As profecias revelam e mostram, que estamos vivendo os fins dos tempos.

E ai fazemos uma pergunta: O dinheiro é sinônimo de benção ou maldição..? Qual dinheiro então..? Certamente não é o dinheiro que ganhamos com o suor de nossos rostos, no dia, a dia cotidiano das nossas lutas pela nossas existências. Esse dinheiro é abençoado por Deus, pois o próprio Jesus trabalhou com seu pai São José,  naquela carpintaria em Nazaré, para defender o pão de cada dia.

 Lembremo-nos  da queda do homem no paraíso por causa do pecado original. Deus disse a Adão: Comerás com o suor do teu rosto para viver..! E nós agradecemos a Deus Pai, na "Oração do Pai Nosso," pelo alimento de cada dia. Mas Jesus disse a satanás na tentação do deserto:" Não só de Pão vive o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus."

 Não estamos falando do dinheiro que escraviza, mas do salário abençoado que garante o pão na mesa da nossa família. Infelizmente nestes tempos modernos da tecnologia Capitalista, o trabalho tem escravizado os seres humanos, não lhes dando condições de oferecer graças, e o louvor digno ao Criador de todas as coisas, "os dias Dominicais." 

"Sabemos que o trabalho edifica o ser humano, por isso o trabalho é para o homem, e não, o homem para o trabalho..!" Mas nestes tempos as indústrias exigem que as maquinas não podem parar, para que os empresários tenham mais lucros, e entreguem as encomendas,  dentro dos prazos estabelecidos. 

Assim os trabalhadores, tem que trabalhar dias e noites,  conforme os seus turnos de trabalho, os Domingos e dias Santos deixam de fazer parte da vida cristã do operário; o louvor e a ação de graças a Deus, fica em segundo plano. E assim se afastam da igreja e do evangelho, só se preocupando com coisas materialistas sem sentido espiritual. 

Quando entramos neste tema difícil e polemico, estamos falando daquilo que pode nos escravizar, os meios, as necessidades se tornam finalidades e  metas na nossa vida, horas extras, trabalhar, trabalhar, para poder ter mais. E assim Deus fica esquecido, e o dinheiro se torna o Senhor dos homens, o preferido.

 E claro que todos os trabalhadores sonham com vida melhores para si e sua família, e ai se subjugam ao trabalho, e se matam de trabalhar, fazendo viradas com cargas horárias extras, para ter o seu teto, sua independência, e mais conforto para sua família.

 Os Domingos que cai com folgas, se transforma em churrascada, cervejada, e a poltrona cativa, com a transmissão do futebol pela televisão. Perguntamos: Onde ficou Deus..? É claro que Ele esteve, e está sempre conosco, pois ele é um Deus de amor, e nos entende e nos ama. Só espera de nós, a nossa gratidão e o louvor..!?

Para os patrões, e os poderosos, o dinheiro que se acumulam, absorve o dos outros, como um vampiro, sangue-suga, a preços de trabalhos escravos, as vezes preço de sangue e miséria alheia.

 Irmãos..! Este dinheiro elevado com finalidade egoísta do poder, só é, para esta vida, é o senhor dele é, o anti-deus, que o mundo elegeu e o aplaudem. É o grande ídolo como se diz no livro de Levítico:  (Lv 1:4,) "A divindade de metal fundido." Os pagãos e que procuram viver dissoluta-mente estas coisas.

Para nós cristãos o Senhor diz no evangelho de Mateus: ( Mt 6:19-24 ) 19 "Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam, 20 mas ajuntai tesouros no céu, onde a traça e nem a ferrugem consomem, onde os ladrões não minam, nem roubam. 

 21 Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também vosso coração." "Ou; de que adiantaria o homem a vir ganhar o mundo inteiro se vier perder sua alma? ( Mc 8;36 ) Jesus nos exortou: "Mas buscai primeiro o seu Reino e sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas." ( Mt 6:33 )

Neste tempo os impios, substituíram Deus, pelo deus do poder,  e caminha também ao seu lado, a deusa do culto  da carne. Os homens egocentristas, excluíram Deus de suas vidas, pois vivem para o prazer da carne, o poder do ter, e em si próprios. 

 Este ídolo do dinheiro e do poder, tem uma divindade gêmea: A luxuria; a deusa Astarte ao lado do deus Maloc.  Um procura adorar o outro, estes deuses monstruosos que a bíblia  fala em Levítico; os pagãos sacrificavam pessoas inocentes, em honras a estes falsos deuses. ( Lv 19:4 ) 

Irmãos..! Nestes tempo tão difíceis, quantas crianças são sacrificadas, no nome deste deus, do poder e do dinheiro..?  Uma vez uma jovem senhora, que estava grávida foi chamada a diretória da empresa. Se você se quiser continuar no emprego terá que abortar seu filho, e terá uma promoção especial, porque precisamos da sua mão de obra.

 Ela não fez o aborto, e foi dispensada da empresa; hoje Pedrinho tem oito anos, para a glória de Deus. São Crianças mortas no ventre maternos no nome do sistema do anti-cristo, crianças que morrem de fome por causa do flagelo das guerras, abandonadas em campos de concentração, sem pais, e sem pátrias.

Ali crescem longe de casa, sem sonhos de meninos, gestando no coração ódio, e vingança contra o mundo, desde pequenos aprendem a manusear uma metralhadora, ou serem um fanático homem bomba no futuro. Outros morrem de sede e fome, em diversas partes do mundo.

 Perguntamos então: Porque acontecem isto..? A resposta é: A ganância do deus maloc, personificados, pelo mal nos homens impios..! Homens sem temor de Deus, de corações emperdenidos. Parece nos, que tudo gira em torno do dinheiro, onde quer que vamos só se fala dele, como ganha-lo, como poupa-lo, ou quanto ganha, ciclano e bertano. fala-se mais dele que de Deus.

 "Os falsos religiosos" nos seus púlpitos particulares, resumem suas palestras, fazendo um desafio as suas ovelhas tosquiadas. "Eu desafio você, enfiar a mão  no bolso, e apresentar  uma oferta, para esta obra de Deus..! Deus vai te prosperar em dobro, Oh glória..! Aleluia..! É a Teologia da prosperidade, que está em primeiro lugar para eles, e não a vida eterna.

 Irmãos..! O Evangelho deste Domingo nos adverte, contra os perigos das riquezas; e nos obriga a olhar atentamente em nossos corações. Jesus falou-nos: "A boca fala do que lhe transborda o coração." ( Mt 12:34 ) 

 O evangelho de hoje nos convida a fazermos uma profunda reflexão: O nosso Deus é Pai e providente; e não abandonará seus fieis filhos, ninguém pode sentir abandonado no caminho do Reino, Ele nos ama a cada um de nós, conforme a nossa necessidade.

 Jesus disse: "Olhai os lírios do campo: eles não trabalham e nem fiam. Nem Salomão, em toda sua glória, jamais vestiu como um deles." "Olhai os pássaros do céus; eles não semeiam, não colhem nem ajuntam em celeiros. No entanto, vosso Pai que está no céus os alimenta." 

 Igreja povo de Deus, não vamos-nos desgastar ou deprimir nas situações difíceis e materialistas, Deus é Pai! Confiemos na sua providência, pois Ele mesmo irá julgar quem é o merecedor da sua atenção Divina. Deus tem sua demoras, mas quando nos atende ele capricha. 

Irmãos..! Quando estivermos participando da santa missa, neste Domingo, lembremo-nos dos nossos irmãozinhos que sofrem injustiças no mundo, por causa do poder dos maus. Também daqueles irmãos que não podem adorar Jesus na Sagrada Eucaristia, ou que faz tanto tempo que já esqueceram a adoração e o louvor, porque tem que trabalhar para servir o sistema do poder deste mundo.  Amém!

Jesus é o Senhor!

Texto elaborado com auxilio da homília de Raniero Cantalamessa pg. 128-131 - O Verbo se faz carne- Ano "A" Pesquisa: www.coletivoverde.com.br\zara trabalho escravo--Dhjupic.blogspot.com,br\.2014 01 01 archive.html

























Nenhum comentário:

Postar um comentário